Coloque-se no mercado de trabalho com um clique

Por que o Linkedin é imprescindível para carreira profissional?

Para responder a essa pergunta, precisamos primeiro entender o que é essa rede e o que ela faz. Pois bem, o Linkedin trata-se de uma “rede de negócios” com um caráter estritamente profissional, alocada numa plataforma digital grátis e com funcionamento simples e intuitivo como o Facebook.

Existem dois grupos básicos: o perfil pessoal profissional e o perfil institucional de uma empresa. E ambos os grupos devem manter uma boa imagem na plataforma para incrementar sua carreira de negócios.

Por lá dá para realizar diversas atividades, como recrutamento, envio de currículos, busca de emprego e acesso a artigos sobre política, tecnologia, economia etc. Hoje existem 600 milhões de usuários, sendo 34 milhões aqui no Brasil. E cerca de 49% das contratações de empresas contam com o recrutamento no website, com análise de perfil e competências. Justamente por isso é fundamental que você tenha uma conta no Linkedin.

Obter um bom perfil garante que você seja assistido com bons olhos por qualquer possível recrutador, portanto invista seu tempo na hora de criá-lo e procure vender seu peixe da forma correta. Algumas dicas básicas para enriquecer seu currículo online são:

1. Usar uma boa foto de perfil é essencial e precisa ter uma boa qualidade. Evite fotos cortadas ou muito informais. Pense que sua foto deve passar o tipo de profissional que você é ou pretende ser.

2. Na hora de colocar seu cargo use um título objetivo, porque é a partir dele que as pessoas vão te encontrar. Não adianta querer criar algo muito diferente e não aparecer nas buscas. Use palavras-chaves para que seu perfil possa ser encontrado.

3. O resumo é o seu espaço de venda da autoimagem. Aqui você pode ser mais criativo e ter liberdade para usar de ferramentas que te tornem diferente. Pense que quando alguém lê o resumo de um perfil ele procura descobrir razões pelas quais seria interessante tê-lo na rede de conexões, então capriche.

4. Insira todas as suas competências, pois elas servem como “prova social” da sua imagem. E como o próprio CEO do Linkedin, Jeff Weiner, disse “competências, não diplomas”, as suas competências podem valer muito mais do que inúmeros diplomas.

5. Mantenha suas conexões. São a partir delas que seu perfil será mais visto e isso aumenta o potencial de perfis de RH te encontrarem. Interaja com essas conexões: comente, parabenize, procure manter uma relação de respeito e receptividade.

Se você ainda não tem uma conta no Linkedin, recomendo que crie agora! Porque com toda certeza está perdendo tempo e chances de um novo ou primeiro emprego. Para efetuar seu cadastro é simples e você só vai precisar de um e-mail e senha, depois preencha seus dados pessoais corretamente, siga as dicas a cima e pronto!

Link da rede social: https://linkedin.com